blank

Existe algo mais triste que encarar uma folha em branco e ficar assistindo aquele ininterrupto piscar do cursor? Não sei vcs, mas esse pisca-pisca do cursor me remete ao ponteiro dos segundos da sua vida se passando. Conta cada momento que vc deveria estar escrevendo e que não está, está ali, parado, aguardando a primeira palavra ou frase vir. Porque, como tudo na vida, o problema é começar. Mas naquele exato momento que está tudo em branco e que vc precisa dar o primeiro passo, tantos questionamentos estão lhe encarando daquela folha: o que eu quero de verdade falar? isso é importante/interessante? como eu vou transmitir essa informação? E estou há algumas vidas encarando a tela do computador e ela me encara de volta ainda sem a resposta da primeira pergunta. E ai, querendo ou não, todas as outras dúvidas a respeito da vida dão o ar da graça: quem eu sou, onde estou, pra onde estou indo, esse é o caminho certo, vou ser feliz, existe vida fora da terra, porque esse danado desse cursor não para de piscar?

Dito isso, vou voltar praquela outra folha em branco. Porque esse texto já foi escrito, mas o que eu realmente precisava escrever ainda está me aguardando. Desejem-me sorte, vou precisar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s